Arquivo da tag: Red Bull

Portas abertas


Warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: unrecognized character after (?< at offset 10 in /home/httpd/vhosts/warmup.com.br/subdomains/bloggp/httpdocs/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418

FERNANDO SILVA [@Fernando_Silva7]
de Sumaré

Post curto porque o tempo é igualmente escasso. E não é que a Red Bull, depois de muito falar que conversaria com Mark Webber sobre seu futuro em agosto, durante as férias de verão, renovou seu contrato? Não foi uma surpresa, visto o belo desempenho que o australiano tem conseguido neste ano, andando até melhor que Sebastian Vettel e sendo um dos destaques da temporada. Vale lembrar que a Red Bull foi a primeira equipe a definir a sua dupla de pilotos para 2013, o que é sempre importante.

No meio das declarações comemorando e comentando a renovação de contrato com a “grande família” Red Bull, Webber disse algo importante: que, confirmando os rumores, conversou com a Ferrari, sim, mas que preferiu ficar onde está, até pelo fato de conhecer todo mundo e tal. E é aí onde entra o X da questão. Como fica a cabeça de Felipe Massa ao saber que sua equipe negociou com outro piloto para ocupar sua vaga no ano que vem?

Renovação de Webber com Red Bull pode ajudar Felipe a seguir em Maranello (Foto: Ferrari)

À parte disso tudo, aumentam muito as chances de Felipe seguir o caminho de Webber e renovar com a Ferrari pelo menos por mais um ano. O brasileiro tem potencial de sobra e mostrou, no GP da Inglaterra, que ainda é forte, combativo e tem muita lenha para queimar. Depois do bom quarto lugar em Silverstone, Massa ganhou ainda mais confiança, ainda mais porque sabe que só depende dele e dos resultados das próximas corridas a sua permanência em Maranello.

Stefano Domenicali disse que a Ferrari não tem pressa para definir o parceiro de Fernando Alonso para 2013. Muito provavelmente a cúpula do time italiano espera que Felipe repita, nas próximas etapas, o que fez em Silverstone. Se isso acontecer, é improvável que a Scuderia opte por outro piloto.

‘Checo’ Pérez parece ser carta fora do baralho, pelo menos para 2013. O próprio poderoso chefão Luca di Montezemolo já disse que o mexicano, embora seja bastante talentoso, ainda é verde para ocupar uma vaga de titular em Maranello. Aí, com Webber como grande ameaça ao seu lugar em 2013 com futuro já garantido, não parece haver nenhum outro piloto que possa colocar sua posição em xeque. Ou há?

Paul di Resta parece ser mesmo o homem para o futuro da Mercedes, já que vem sendo forjado pelo time alemão há muito tempo. No último domingo, Alonso e Lewis Hamilton trocaram capacetes, indicando que aquela ferrenha e histórica rivalidade de 2007, dos tempos de McLaren, ficou mesmo no passado. Mas daí ao espanhol aceitar dividir os boxes de uma equipe com Lewis, em seu último ano de contrato com Woking, vai um caminho enorme. Kamui Kobayashi seria um baita nome, mas quase impossível de ver o mito desembarcar em Maranello. Então tudo aponta mesmo para a permanência de Massa na Ferrari.

O leitor também acredita que Felipe vai ficar na Ferrari na próxima temporada? Opine!

Tags: , , , , , , , , , | 8 Comentários

O importante é levar os três pontos


Warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: unrecognized character after (?< at offset 10 in /home/httpd/vhosts/warmup.com.br/subdomains/bloggp/httpdocs/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418

MAURO DE BIAS [@MaurodeBias]
de Belford Roxo

Amanhã começa, em Barcelona, a segunda sessão de testes coletivos da pré-temporada da F1. Aproveitando a folia momesca, trago este post mais descontraído para comentar um pouco do que nós aqui do Grande Prêmio passamos quando começam a chegar as pérolas dos pilotos e engenheiros no fim do dia de treinos dos carros novos.

Sabem aquele discurso de jogador de futebol? “Não, o professor deu as orientações aí, o time jogou bem, ainda tem que melhorar a zaga, mas o importante é que a gente conseguiu os três ponto aí grazadeus”.

Pois a F1 não é muito diferente. É sempre aquele blá blá blá já tradicional. “O carro é muito bom, é muito rápido, estou feliz com o resultado do dia…”. Enfim, as falas dos pilotos vêm recheadas de frases que raramente mudam. Um gerador de lero-lero infinito em tom sempre otimista. Todos têm carros maravilhosos e a equipe evoluiu muito durante o inverno. Eventualmente, porém, um ou outro fala alguma palavra diferente e é aí que você pode interpretar o que os caras realmente querem dizer.

Quando um piloto senta no carro e vai com ele à pista, ele sabe bem qual é o potencial. Ele sabe se está guiando uma máquina campeã ou uma cadeira elétrica. Mas ele nunca vai sair dizendo: “Putz, olha onde eu fui amarrar meu burro”. Na verdade, ele até diz. Mas com outras palavras.

Um sintoma clássico de que o carro provavelmente é uma porcaria é o “ainda é muito cedo para fazer previsões”. Sebastian Vettel foi um dos que deu essa declaração em Jerez de la Frontera, há duas semanas. Quando vemos isso, a vontade é de pôr no título da matéria: “Má olha isso… Vettel diz que novo carro da Red Bull é uma droga”.

Quem também falou uma dessa foi Pastor Maldonado. O primeiro título que passa pela cabeça é: “FW34 é outra carroça e sei não, hein… Será que Frank Williams aguenta mais desgosto?”.

Ou então na hora que chega uma frase de Pedro de la Rosa dizendo que adorou o dia de testes com a HRT. O título que, no fundo, nós queremos escrever é: “De la Rosa diz que carro da HRT é bom… Aham, Pedro, senta lá”.

Os testes da F1 seriam muito mais interessantes se nós pudéssemos escrever o que os pilotos realmente querem dizer com essas frases feitas.

Tags: , , , , , , , , | 4 Comentários

Depois dá trabalho pra gente


Warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: unrecognized character after (?< at offset 10 in /home/httpd/vhosts/warmup.com.br/subdomains/bloggp/httpdocs/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418

MAURO DE BIAS [@MaurodeBias]
de Bolonha

Com as categorias de férias, os pilotos sempre aproveitam para tirar um tempo longe dos aceleradores. Só que ao contrário.

Antes do ano novo, Mark Webber resolveu se divertir um pouco também. O australiano foi dar um passeio com seu amigo e compatriota Troy Bayliss em uma Ducati de dois lugares no circuito de Queensland. Reproduzo ali embaixo a foto postada pelo piloto da Red Bull no Twitter.

Pelo menos eles se comportaram direitinho e não movimentaram o plantão de fim de ano com nenhum “Mark Webber se acidenta de moto e vira dúvida para abertura da temporada”.

Mas devo destacar que surgiu o seguinte comentário na redação do Grande Prêmio: “A Red Bull não deixou o Vettel brincar de moto com o Bradl, mas o Webber eles deixam, né?”. É.

Tags: , , , , , , | 2 Comentários

Me dê motivo


Warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: unrecognized character after (?< at offset 10 in /home/httpd/vhosts/warmup.com.br/subdomains/bloggp/httpdocs/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418

FERNANDO SILVA [@Fernando_Silva7]
de Sumaré

A mídia espanhola tem repercutido à exaustão o vídeo divulgado nesta semana, em que Helmut Marko dá uma bronca homérica em Jaime Alguersuari, agora ex-Toro Rosso, após a terceira sessão de treinos livres do GP da Coreia do Sul.

Alguersuari estava à frente de Sebastian Vettel, que àquela altura do campeonato já era campeão mundial. Ambos estavam em volta rápida, mas Seb estava em ritmo melhor que o espanhol, que não abriu passagem ao piloto da matriz Red Bull. Vettel ficou puto da vida com o catalão, como bem mostra as imagens abaixo.

http://www.youtube.com/watch?v=yB8MpgDnDQw&feature=player_embedded

Mas o pior mesmo para Jaime ficaria para depois. Ao chegar nos boxes da Toro Rosso, Helmut Marko, o popular MARKÃO (como diria o mestre Chico Luz), estava à sua espera. O consultor da Red Bull tomou as dores de Vettel e discutiu de maneira áspera com o espanhol. Franz Tost, chefe de equipe da Toro Rosso, apenas assistiu toda a treta sem abrir a boca.

A justificativa que a Red Bull e o próprio Tost deram para a dispensa de Alguersuari — que deixou a Toro Rosso junto com o ex-colega Sébastien Buemi — foi que a política da equipe-satélite é revelar talentos para a Red Bull e que ambos já mostraram do que são capazes.

Só que, se Buemi foi apático e demonstrou ser apenas um piloto razoável, Jaime fez em 2011 sua melhor temporada em sua curta carreira na F1, andando muito bem com um carro limitado. Ambos foram substituídos pelos promissores Daniel Ricciardo e Jean-Éric Vergne.

Teria sido esse episódio da Coreia do Sul a razão (ou uma das razões) para a dispensa de Alguersuari da Toro Rosso? Como diria a música do GÊNIO DA RAÇA Tim Maia, será que Jaime deu motivos para a Red Bull dispensá-lo da equipe-satélite? Aliás, tudo o que o mestre do soul cantou nesta música épica é o que Jaime gostaria de cantar para a cúpula da Red Bull, não? Opine já.

http://www.youtube.com/watch?v=M-jeHEvnwTs&feature=related

Tags: , , , , , , , | 14 Comentários

O incentivo que vale


Warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: unrecognized character after (?< at offset 10 in /home/httpd/vhosts/warmup.com.br/subdomains/bloggp/httpdocs/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418

FERNANDO SILVA [@Fernando_Silva7]
de Sumaré

Cá estou de volta para os dias finais de trabalho no plantão de fim de ano. Confesso que acompanhei pouco o dia a dia do automobilismo nesse tempo, precisava descansar, enfim. Mas ainda assim, no Facebook, vi um exemplo do trabalho feito pela Telmex na formação e desenvolvimento de jovens pilotos mexicanos que gostaria de contar aqui.

Na última terça-feira (20), a empresa anunciou a contratação de Franco Aragonés, de apenas 15 anos. Comandada por Carlos Slim, o homem mais rico do mundo, a Telmex planeja para o ainda menino um futuro nos mesmos moldes do que já foi traçado para Sergio Pérez, que fez ótimo primeiro ano na F1, e também para Esteban Gutiérrez, campeão da GP3 e que concluiu temporada de aprendizado na GP2 neste ano para lutar pelo título.

Aragonés é a próxima joia da academia de pilotos da Telmex. Depois de ter adquirido experiência nos monopostos na Skip Barber, o jovem mexicano vai trilhar o caminho de Pérez e Gutiérrez e correrá a F-Renault Inglesa em 2012. O projeto é consistente, tem base, continuidade e é bastante similar ao que a Red Bull faz com pilotos de todo o mundo, mas claro, a Telmex dá espaço para o desenvolvimento de pilotos do seu país. Nada mais legítimo. Incentivo e apoio aos esportistas de sua terra.

Se eu não estiver enganado, no Brasil, o único projeto criado para incentivar e apoiar jovens da categoria de base é a F-Futuro, certame apadrinhado por Felipe Massa. A iniciativa é ótima, mas não basta. Uma vez que o futuro econômico brasileiro é promissor, falta um claro projeto de incentivo e apoio a jovens talentos desde a base até à F1, como faz a Telmex e como fez, no começo da década passada, a Petrobras.

O futuro do Brasil na F1 é sombrio. Por enquanto, apenas Massa está garantido no grid da categoria em 2012. Bruno Senna, segundo foi noticiado, já até assinou contrato com a Williams, mas o piloto até já admitiu seguir os caminhos de Nelsinho Piquet e cruzar o Atlântico para disputar a Nascar. Rubens Barrichello segue como incógnita para a próxima temporada. As promessas, antes cantadas aos montes, hoje são poucos: Felipe Nasr, Lucas Foresti, Cesar Ramos, Guilherme Silva, Pietro Fantin, Yann Cunha e Luir Miranda, por exemplo.

O buraco, como bem se sabe, é mais embaixo. Adriano Buzaid e Gabriel Dias, ambos com reconhecido talento, tiveram de dar um tempo em suas carreiras — promissoras — por conta da (falta de) grana. Ao que me consta, os nomes citados no parágrafo acima não contam com grande orçamento, o que torna os anos que virão um enorme ponto de interrogação. O próprio Nasr me disse que só o talento não basta se não houver o tal do combustível financeiro.

Ao Eike Batista e a tantos outros empresários dispostos a investir no esporte, desde a base até o automobilismo de alto rendimento, tá aí uma bela dica de aplicação — se bem que todo mundo hoje está voltando as atenções para o MMA, é o que dá audiência e visibilidade a um produto, talvez seja a justificativa. Mas o exemplo da Telmex mostra que o automobilismo, desde que encarado a sério e com investimentos maciços, é rentável. Que o sucesso da Telmex sirva de inspiração e exemplo, para o bem do presente e do futuro do esporte a motor do Brasil. Esse sim é o incentivo que vale.

Tags: , , , , , , , , | 15 Comentários

Um carro dominante


Warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: unrecognized character after (?< at offset 10 in /home/httpd/vhosts/warmup.com.br/subdomains/bloggp/httpdocs/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418

MAURO DE BIAS [@MaurodeBias]
de Bolonha 

Fernando Alonso disse que quer a Ferrari com um carro dominante na próxima temporada e que a equipe está trabalhando duro para isso. O espanhol esteve em visita a Maranello por quatro dias e viu somente a versão de túnel de vento do carro de 2012, mas está confiante de que vai ser possível fazer o mesmo que a Red Bull fez neste ano.

Bem, a Ferrari não tem uma tarefa fácil pela frente. A Red Bull tem Adrian Newey, muito dinheiro e é insanamente competitiva em todos os esportes em que está envolvida. É difícil prever outro ano de dominação completa como foi 2011, mas não seria nenhuma surpresa se os touros vermelhos repetissem o feito em 2012. Afinal, a própria Ferrari já esteve lá e sabe como é.

A minha torcida mesmo é que Red Bull, Ferrari e McLaren (quiçá Mercedes, mas só por milagre) se embolem na disputa pelo campeonato e por cada vitória. Um campeonato disputado até a última corrida, daqueles que se assiste à etapa final sentado na ponta do sofá, quase sem piscar.

Sebastian Vettel dominou de forma incontestável as duas últimas temporadas. Especialmente a deste ano. É um grande piloto e sem dúvida já escreveu seu nome na história da categoria. Há quem goste de ver domínio, mas o campeonato fica muito mais interessante mesmo é com bons pilotos disputando cada milésimo. Então, que venha a Ferrari com um bom carro. E também a Red Bull. E também a McLaren. Daí jogam todos na pista, eles batalham ferozmente e no final nós vemos quem sai vitorioso.

Tags: , , , , | 5 Comentários

Villeneuve quer comprar a Red Bull


Warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: unrecognized character after (?< at offset 10 in /home/httpd/vhosts/warmup.com.br/subdomains/bloggp/httpdocs/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418

Red Bull

FELIPE GIACOMELLI [@daewlz]

Villeneuve está preparando mais uma volta ao automobilismo. Ao contrário do que você imaginou quando leu o título deste post, o canadense, que já passou por Indy, F1, Nascar, Top Race, Stock Car, Le Mans Series, V8 Supercars e Speedcar Series, parece ter se voltado novamente ao mercado americano. Mais precisamente, a Nascar.

De acordo com o site Scene Daily, o canadense é um dos interessados em comprar a Red Bull, que já anunciou deixar a categoria ao final da atual temporada.

O empresário de Villeneuve já confirmou o interesse do piloto, mas admitiu que ele precisa reunir os recursos necessários para a negociação. Uma solução apontada para o piloto é comprar a equipe e disputar apenas alguma das etapas da categoria em 2012, com outro piloto – que trouxesse dinheiro – fazendo as demais.

Um rumor apontado pelo próprio site é o ex-piloto de F1 se aliar a Brian Vickers, que atualmente compete pela Red Bull. O americano, que começou a carreira correndo pela equipe do próprio pai antes de se transferir para a Hendrick, afirmou que não deve correr em um time familiar, mas não falou nada quanto a se associar a outro piloto.

Villeneuve participou de três etapas da Nascar desde 2007 – e não conseguiu se classificar para outra – conseguindo a 21ª colocação, justamente na estreia em Talladega, como melhor resultado.

Tags: , , , | 4 Comentários

Estranhezas


Warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: unrecognized character after (?< at offset 10 in /home/httpd/vhosts/warmup.com.br/subdomains/bloggp/httpdocs/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418

Felipe Paranhos [no twitter: @felipeparanhos]

Cada esporte tem sua notícia ou caso estranho. No futebol, por exemplo, tem o “só falta assinar”:”Vandergleyson já acertou com o Flamengo. Só falta a liberação do clube”. Então falta tudo, pô! No vôlei, é a figura do ponteiro-passador. “Rodriguinho joga como ponteiro-passador no Cimed”. Hoje em dia, todo ponteiro é passador. Portanto, redundância sem sentido. Assim como as situações citadas, uma coisa que me intriga é o encontro piloto-dirigente rival. Nesta semana, rolou uma dessa, com o Lewis Hamilton.

A história é a seguinte: durante o GP do Canadá, Lewis Hamilton deu uma saída da garagem da McLaren e foi se encontrar com Christian Horner no motorhome da Red Bull. Passou 15 minutos lá. Como a vaga de Mark Webber é a mais desejada da F1, nada mais lógico do que imaginar o inglês tentando negociar com a equipe dos energéticos. Seria uma dupla fortíssima, com os dois melhores pilotos de sua geração.

Mas aí eu fico pensando: você é o Christian. Chefe de uma equipe top, a melhor de todas, dominando o campeonato. Seu segundo piloto já mostrou que não gosta de ser segundo piloto e está incomodado por sofrer tantos problemas que não acontecem no carro de Vettel. Aí, apesar de ter dito que a renovação desse segundo piloto já é praticamente favas contadas, você inicia conversas com um piloto de outra equipe. Pra 2013.

Pra que vai se encontrar no meio do paddock da F1, com 83 mil jornalistas por lá? Estamos em 2011. Não podia mandar um SMS? Ligar?  “Ei, Luís, entra no MSN ae. Abs. Chris.” Tinha lá a conversa, batia um papo, ligava pro empresário…

Sei lá, acho estranho…

Tags: , , , , , | 28 Comentários

Tudo novo em 2012?


Warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: unrecognized character after (?< at offset 10 in /home/httpd/vhosts/warmup.com.br/subdomains/bloggp/httpdocs/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418

FERNANDO SILVA [@Fernando_Silva7]
de Sumaré

Sergio Pérez na Ferrari? Kamui Kobayashi na Red Bull? Levando em conta o desenrolar da temporada até aqui, esse cenário pode não ser tão impossível assim já para o próximo ano. Fazendo uma breve análise das condições de cada piloto em seu respectivo time atualmente e também da temporada, pensei — isso não é uma informação, mas sim um pensamento que gostaria de compartilhar com os leitores do BloGP, que permite isso — e cheguei a essa configuração, talvez já para 2012, quando praticamente todas as equipes, com exceção da McLaren, poderiam ter mudanças significativas no quadro de pilotos.

Pode até mesmo ser uma VIAGEM daquelas. Mas convenhamos. A F1 mudaria consideravelmente. Já imaginou Kobayashi na Red Bull andando na frente do Vettel? Ou mesmo Pérez impondo dificuldades a Alonso em uma disputa interna na Ferrari? Como seria Massa liderando uma equipe cada vez melhor como a Renault, por exemplo? No mínimo, bem interessante.

Red Bull: Vettel e Kobayashi – Webber se aposentaria, e Kobayashi, que é a imagem da Red Bull (jovem e arrojado), assumiria a vaga;

McLaren: Hamilton e Button – essa dupla é a única que não muda. Em teoria, pilotos e equipe mutuamente satisfeitos;

Ferrari: Alonso e Pérez – Massa deixaria a equipe. Com um ano de experiência, Pérez, que é da Academia de Pilotos da Ferrari, seria alçado ao posto de titular;

Mercedes: Rosberg e Di Resta – outro caso meio claro também. Schumacher se aposentaria, e Di Resta, cria da Mercedes, assumiria seu lugar;

Renault: Massa e Petrov – longe da Ferrari, Massa conseguiria vaga na Renault se Kubica não voltar. Graças a um acordo entre Renault e Williams, a escuderia anglo-francesa emprestaria Bruno Senna para Grove;

Sauber: Bianchi e Gutiérrez – Bianchi manteria o vínculo Sauber-Ferrari e ficaria um tempo na equipe para ganhar experiência. Gutiérrez, que hoje é piloto de testes da Sauber, garantiria os patrocínios mexicanos mesmo com a saída de Pérez;

Force India: Sutil e Hülkenberg – Sutil é incógnita, mas não vejo outro. Hülkenberg entraria no lugar do Di Resta, também com a bênção da Mercedes;

Williams: Bruno Senna e Maldonado – Barrichello encerraria a carreira na equipe de Grove, e Maldonado seguiria graças aos petrodólares da PDVSA de Hugo Chávez. Senna seria emprestado pela Renault à Williams, que pode voltar a receber os motores franceses;

Toro Rosso: Buemi e Ricciardo – o melhorzinho da Toro Rosso junto com o melhor do programa de pilotos da Red Bull, Ricciardo;

Lotus: Kovalainen + 1 da GP2 – Trulli não deve seguir por muito tempo, fato. Kovalainen e mais um, que pode ser um endinheirado da GP2;

Virgin e Hispania: quem pagar mais.

Tags: , , , , , , , , , , | 40 Comentários

Toda sorte


Warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: unrecognized character after (?< at offset 10 in /home/httpd/vhosts/warmup.com.br/subdomains/bloggp/httpdocs/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418

Felipe Paranhos

Volta e meia a gente fala de dinheiro aqui. Piloto X não tem, piloto Y tem demais. Mikhail Aleshin já esteve nas duas situações. O russo foi apoiado pela Red Bull quando era ele a grande promessa do país, não Vitaly Petrov.

E, convenhamos, Mikhail tem mesmo mais talento.

Ele ficou de 2005, na primeira versão do programa de jovens pilotos, até 2009 sob a condução da empresa dos energéticos. Fez duas temporadas completas na World Series, mas não brilhou, ficou ali pelo meio do pelotão, levou uma naba do companheiro Vettel na metade da temporada 2007, aquela coisa. Mas tinha 19 anos só.

Em 2009, último ano sob apoio forte da Red Bull, foi terceiro colocado na F2 — o melhor ano da categoria, aliás. À frente dele ficaram Robert Wickens, hoje líder da World Series, e o campeão Andy Soucek. Voltou à World Series ano passado, sem tomar energético, e ganhou o título.

Depois de flertar com uma vaga na Virgin e andar de Renault no treino para novatos da F1. Finalmente daria o passo seguinte ao chegar à GP2 pela Carlin, equipe com a qual trabalhou na World Series. Correu na GP2 Ásia, curta e mal organizada. Não deu pra fazer nada de bom. Para a fase principal da temporada, faltou dinheiro e o lugar que seria dele ficou vago.

Aleshin chegou a correr na classe Light da F3 Alemã no mês passado, convidado por uma equipe, sem precisar levar nada em dinheiro e patrocínio. Parecia o fim das esperanças. Na última hora, dias antes da viagem a Istambul, Trevor Carlin o convidou para voltar ao time da GP2, mesmo sem o russo ter grana para toda a temporada.

O acordo dura só as duas corridas da Turquia. Aleshin tem só duas chances de impressionar e chamar a atenção de patrocinadores. Toda sorte a ele.

Tags: , , , , , , | 6 Comentários

1º de abril manjado. Mas tem gente que ainda cai


Warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: unrecognized character after (?< at offset 10 in /home/httpd/vhosts/warmup.com.br/subdomains/bloggp/httpdocs/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418


FERNANDO SILVA [
@Fernando_Silva7

SUMARÉ — Insatisfeita com a mudança dos motores de oito para quatro cilindros, a Ferrari deixa a F1 no fim da temporada de 2012 para disputar a temporada da Nascar e será comandada nas pistas por Michael Schumacher.

Os resultados recentes de Felipe Massa fizeram com que a Ferrari decidisse por sua saída imediata da equipe. Bruno Senna e Michael Schumacher são os cotados para assumir sua vaga.

Renault usará peças de ouro no R31 de Nick Heidfeld e Vitaly Petrov tanto nos treinos livres, quanto na disputa da corrida em Sepang, no próximo domingo.

Narain Karthikeyan vem a público dizer que a Hispania é uma equipe SÉRIA e que respeita a regra dos 107%.

Pilotos da Red Bull na Stock Car disputam a 11ª Corrida Nacional de JERICOS motorizados em Alto Paraíso de Rondônia.

Das frases acima, apenas a menção ao piloto indiano é verdadeira — apesar de ter sido publicada no começo da semana, é inverossímil do mesmo jeito —, por incrível que pareça. Todos os anos, nós jornalistas temos de ficar atentos ao 1º de abril, data em que as equipes, pilotos, e principalmente, a imprensa internacional costumam pregar suas peças. No entanto, está cada vez mais difícil dar um olé na rapaziada, cada vez mais esperta e atenta às tais histórias cada vez mais manjadas e estapafúrdias. Mas ainda assim, tem gente que cai, acredite.

O site ‘Paddock Talk’, aglutinador de notícias relacionadas a automobilismo, sediado na Inglaterra, divulgou a primeira notícia, assim como a suposta morte de Bernie Ecclestone — de tanto trabalhar —, cujo cargo de presidente da FOM seria assumido por Muammar Khadafi, com o poder cada vez mais ameaçado na Líbia. Já a saída de Massa da Ferrari foi divulgada no Twitter — maior disseminador de verdades e mentiras da atualidade —, enquanto a Renault entrou no clima e publicou a história das peças de ouro em seu site.

A Red Bull, bem-humorada como sempre, contou a mentira mais travestida de fatos reais vista hoje. A equipe enviou um release com muitas fotos e detalhes da participação de Cacá Bueno e Daniel Serra na corrida de jericos motorizados. Ainda que a notícia fosse suspeita, por conta da data, dois grandes portais e uma agência caíram na brincadeira e publicaram a nota como se fosse verdade. Pouco tempo depois, a assessoria da equipe veio desmentir a notícia, confirmando apenas que era uma nota alusiva à data. Acontece, faz parte, já diria o outro. Quem é que nunca caiu em uma lorota? Eu mesmo já caí em algumas boas, mas isso é história para outro post.

Tantas outras piadas são levadas ao público como se fosse verdade. O que é mesmo aquele botão de chuva idealizado por Ecclestone? E a intenção de se fazer revezamento de pilotos nos carros na última década? E muitas outras que já vimos e ouvimos por aí.

E você, qual foi a maior mentira já lida sobre a F1? Conte aqui.

Tags: , , , , , , , , | 14 Comentários

VIPs


Warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: unrecognized character after (?< at offset 10 in /home/httpd/vhosts/warmup.com.br/subdomains/bloggp/httpdocs/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418

Felipe Paranhos

Por pouco a Red Bull não tem um prejuízo bastante grande por causa de uma situação absolutamente curiosa neste sábado (26), em Melbourne.

Meia hora antes do início do treino classificatório, a equipe organizava uma visitação à garagem para os seus convidados VIPs. Os seres humanos dotados de boa condição financeira e contatos andavam pelas instalações energéticas, sempre coordenados por um funcionário do time, como é praxe.

Mas um serelepe rapaz deu um perdido no tio que comandava a excursão. E foi olhar de perto o carro de Mark Webber. E resolveu se apoiar no carro para tirar uma foto. E crec, quebrou a carenagem na região da entrada de ar no topo do RB7, aquela em cima da cabeça do piloto.

Esta entrada de ar não é lá uma coisa que se quebre muito na F1. Por isso, houve um breve sufoco para que fosse colocada uma nova peça no lugar da que o panaca quebrou. Só tinha uma na reserva. E foi ela que entrou na pista para que Webber marcasse a terceira melhor marca do treino que definiu o grid de largada.

Meia hora de semicaos na equipe, pra montar as coisas a tempo de ir à pista no Q1…

Mas deu tudo certo.

Tags: , , , , , , , , | 10 Comentários

Pastor Vettel


Warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: unrecognized character after (?< at offset 10 in /home/httpd/vhosts/warmup.com.br/subdomains/bloggp/httpdocs/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418

Felipe Paranhos

Sério, sério: quem teve a ideia de levar o Vettel pra TOSQUIAR uma ovelha há dois dias de um GP?

Essas ações promocionais se superam a cada dia.

Quando eu vejo essas fotos, só me lembro dessa aqui, do Nicola Larini, à época na Osella, em 1989, provavelmente pra uma matéria daquelas falando sobre como o piloto relaxa em casa e tal. Antológica. Faz tempo que tô querendo encaixar aqui no blog. Por que diabos alguém tem uma máquina de caça-níqueis em casa? A lógica não é ganhar dinheiro? Vai levar grana de você mesmo? Vai entender.

Tags: , , , , , , | 10 Comentários

Red Bull: título sem mácula


Warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: unrecognized character after (?< at offset 10 in /home/httpd/vhosts/warmup.com.br/subdomains/bloggp/httpdocs/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418

Felipe Paranhos

Valery Rozov, do Base Jump, saltou de um helicóptero, voou em uma roupa especial e parou dentro da cratera de um vulcão. Em atividade. Travis Pastrana, multiesportista, bateu recordes de salto em distância com um carro de rali e chegou a saltar em queda livre, sem paraquedas e tomando um energético.

Terry Adams superou a dislexia para virar um campeão do BMX Flatland. Rebecca Rusch fez história ao comandar uma equipe de homens em uma edição do Eco Challenge. Robbie Maddison saltou de 25 metros de altura e pousou numa réplica do Arco do Triunfo, em Las Vegas.

Sandro Dias, o Mineirinho, foi o primeiro skatista a conseguir o 900º — manobra em que o atleta dá duas voltas e meia no ar — em uma competição oficial. Shaun White, snowboarder, foi o primeiro a conseguir medalhas nos X-Games de verão e inverno, em dois esportes diferentes.

Carolina e Maria Clara, filhas da ex-jogadora Izabel, foi a primeira dupla de irmãs a conseguir uma medalha em uma etapa do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Felix Baumgartner foi o primeiro a cruzar o Canal da Mancha voando em um wingsuit.

Todos estes são patrocinados pela Red Bull. Todos eles têm algo inovador em seus currículos.

O negócio da Red Bull não é vender carro. Por isso, eu duvidava que a marca maculasse sua imagem vitoriosa com um jogo de equipe na F1 — embora fosse absolutamente compreensível e honesto se isso fosse feito. Mas não foi preciso.

O negócio da Red Bull é vender latinhas para o jovem que, por algumas horas, espera se sentir melhor, mais forte — com asas.

O negócio da Red Bull é patrocinar a inovação. E Sebastian Vettel foi o piloto mais jovem da história da F1 a marcar pontos, obter uma pole, vencer uma corrida e conquistar um título mundial.

Um título de Webber seria comemorado, claro, pela visibilidade da marca, pelo número 1 na carenagem do carro de 2011, por recuperar um piloto que parecia semiaposentado.

Mas é Vettel o retrato do carisma, da inovação, da renovação, da Red Bull.

Apostar cedo em Sebastian foi o investimento perfeito, deve pensar um certo Mateschitz na madrugada austríaca.

* P.S.: A curitibana Marília Compagnoni e o Gabriel de Amorim, aqui nos comentários, notou uma coisa interessante nesta foto aí de cima. Cadê o Webber? Hum… Como diria aquele apresentador de TV muso das nossas avós, significa.

Tags: , , , , , , , , | 39 Comentários

Seriedade


Warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: unrecognized character after (?< at offset 10 in /home/httpd/vhosts/warmup.com.br/subdomains/bloggp/httpdocs/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418

Felipe Paranhos

“Somos sérios”, declarou pela milésima vez Tony Fernandes, depois de anunciar o acordo para receber o sistema hidráulico e a caixa de câmbio da Red Bull.

Há um ano Tony diz isso.

Mas não é porque é uma mala. É porque sabe o ambiente hostil que as novatas sofrem na F1.

Busca na cabeça aí: depois da saída do Max Mosley, quem manifestou algum tipo de apoio a Lotus, Virgin ou Hispania? É só porrada.

Me parece  óbvio que a Lotus é esportivamente séria. Tony Fernandes não entra em nada pra perder, já disse isso por aqui. Mas as perspectivas para quem pretende entrar na F1 hoje em dia não são nada animadoras — como se pôde ver no processo seletivo da FIA para a 13ª vaga do Mundial de 2011.

E mesmo se a equipe não tivesse grana, não teria o direito de tentar fazer história na F1 — mesmo que no fundo do grid?

Quanto mais elitizada a F1 for, mais babaca ela vai ser.

Tags: , , , , , | 11 Comentários

A serventia de Webber


Warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: unrecognized character after (?< at offset 10 in /home/httpd/vhosts/warmup.com.br/subdomains/bloggp/httpdocs/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418

Felipe Paranhos

Muito se falou nos últimos dias sobre o aumento de moral de Mark Webber agora que é líder do campeonato. Ganhou poder de barganha na negociação de um novo contrato, passou a ser visto com bons olhos por outras equipes…

Mas, convenhamos, todo mundo sabe que Vettel é mais piloto do que ele. A própria Red Bull. Christian Horner falou do alemão para a “La Gazzetta dello Sport”: “Ele está maduro o suficiente para conquistar o Mundial. […] Ele tem três qualidades: velocidade natural, inteligência e uma personalidade forte. E ele brinca. A equipe o adora.”

Sobre Webber, outras loas. Mas suspeito de que a opinião da equipe sobre Mark ficou clara só no fim: “Poucos são tão rápidos quanto ele. A velocidade dele força Vettel a ir ainda mais rápido.”

Pronto. É para isso que serve Webber.

Tags: , , , | 96 Comentários

O que fazer, Massa?


Warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: unrecognized character after (?< at offset 10 in /home/httpd/vhosts/warmup.com.br/subdomains/bloggp/httpdocs/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418

Felipe Massa iniciou as negociações para renovar o contrato com a Ferrari, que acaba no fim do ano. Mas Nicolas Todt, empresário do piloto, está conversando com outras equipes. Dizem que a Renault é uma delas. A notícia surgiu nesta segunda-feira (24). Isso porque já falaram que a Red Bull também pode ser o caminho do brasileiro em 2011.

A pergunta é simples, caro leitor. Ferrari, Red Bull, Renault ou qualquer outra equipe. Se você fosse Massa, faria o que da vida? A caixinha de comentários está aberta para os internautas.

O que eu faria no lugar de Massa? Dava um jeito de acertar com a Red Bull.

Marcus Lellis – @marcuslellis / Lellisblog

Tags: , , , , , , | 150 Comentários

Webber, sua hora de parar está por chegar?


Warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: unrecognized character after (?< at offset 10 in /home/httpd/vhosts/warmup.com.br/subdomains/bloggp/httpdocs/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418

Getty Images

Eis que Lewis Hamilton resolve especular a aposentadoria de Mark Webber. Do nada – realmente do nada, porque ninguém tinha falado sobre isso antes, nem o próprio australiano, que é parte interessada neste assunto –, o inglês chega e diz que não se surpreenderia se o piloto da Red Bull decidisse parar. Para o representante da McLaren, Webber se aposentaria por cima, já que tem o melhor carro de sua carreira nas mãos, podendo brigar por vitórias e o título.

Nesse último ponto, até que Hamilton tem razão. Se Mark decidisse parar agora, sairia por cima. Logo o Webber, que foi apontado como uma grande revelação e penou por várias temporadas até ter um certo destaque na F1. Mas ele não é muito novo para parar, não?

Webber fará 34 anos em agosto de 2010. Se for levar em conta que temos Michael Schumacher já na casa dos 40 e Rubens Barrichello e Jarno Trulli batendo na porta dessa casa, é possível falar que ele está novo para isso.

Internautas, o espaço é de vocês.

PS: Existem rumores de que Kimi Raikkonen, patrocinado pela Red Bull no WRC, pode acabar na equipe da empresa de bebidas energéticas em 2011. Usando a lógica, se isso acontecesse, Webber sobraria. Mesmo assim, eu penso que o australiano teria mercado, não seria o caso de se aposentar.

Marcus Lellis – @marcuslellis

Tags: , , , , , , , | 28 Comentários

Patriotada strikes again


Warning: preg_match() [function.preg-match]: Compilation failed: unrecognized character after (?< at offset 10 in /home/httpd/vhosts/warmup.com.br/subdomains/bloggp/httpdocs/wp-includes/class-wp-block-parser.php on line 418

Felipe Paranhos

Quando li o texto pré-GP do Brasil da Red Bull, falei ao pessoal: vai dar merda. E deu. Vuvuzelas de todo canto e até jornalistas conhecidos — caso da blogueira Rosana Hermann — estão criticando o release, que brinca com características deste país que são conhecidas no mundo todo: violência, bebidas, travestis, mulheres sensuais. E muitas delas são verdades, criticadas pelos brasileiros todos os dias, só que tratadas de maneira bem-humorada.

O comunicado à imprensa fala em perguntas para as quais se deve dizer não:

– Este Rolex é verdadeiro?
– Gostaria de uma oitava caipirinha?
– Devo parar no sinal vermelho?
– Você gostaria de conhecer uma garota muito bonita que eu conheço?
– Esta é realmente uma garota?
– Você gostaria de mais carne?
– Gostaria que eu estacionasse seu carro?
– Já considerou a possibilidade de viver com apenas um rim?
– Devo parar se um carro bater na minha traseira?
– Minha esposa vai acreditar que a calcinha sensual que eu trago na minha mala é um presente para ela?

Pois bem: quem acompanha o automobilismo sabe que a equipe dos energéticos ironiza a todos e brinca até com as atuações de seus pilotos — outro dia, recebemos um release da Toro Rosso enumerando as “10 vantagens de ser eliminado no Q1”.

Ao insinuar preconceito contra o Brasil no “Guia de Sobrevivência”, a imprensa relaciona maliciosamente o texto aos guias “sérios” encontrados nas bancas de revista do Rio de Janeiro, como aqueles que ensinam os gringos a levarem as brasileiras pra cama.

E incentiva a hipocrisia brasileira, esta que aparece sempre que alguém critica o país dizendo o mesmo que falamos todos os dias — ou fazendo as mesmas piadas.

Portugueses ouvem brincadeiras sobre burrice; franceses sobre não tomar banho; argentinos sobre arrogância; japoneses sobre tamanho de pênis. E o brasileiro declara guerra às piadas sobre a violência — esta, sim, uma realidade…

Acréscimo em 12/10: Bem lembrado pelo leitor Max. A Red Bull tirou o texto original do site. Mediocridade 1 x 0 Senso de humor.

Tags: , , , , | 84 Comentários